Azealia Banks desmente boatos de que teria banalizado revolta de The Weeknd com o Grammy

Azealia Banks sempre foi uma figura polêmica, principalmente por não ter papas na língua e expor suas opniões, não importando se as pessoas vão gostar ou não!

Hoje (14) acontece o Grammy Awards e desde o anúncio dos indicados aos melhores do ano, a cerimônia se tornou uma polêmica, principalmente por não indicar The Weeknd em nenhuma categoria, mesmo o “After Hours”, recente álbum do rapaz, ter sido o mais reproduzido de 2020 no Spotify.

>>> A partir deste ano, a gravadora de The Weeknd está PROIBIDA de enviar submissões ao Grammy

E com a proibição que The Weeknd aplicou em sua gravadora e o evento e aproximando, surgiu boatos de que a cantora teria criticado a forma que o intérprete de “Blinding Lights” vem agindo. Na suposta publicação, há trechos como “só prestem atenção em você por ser homem“, e “KATY PERRY, ela escreve e compõe suas músicas e não ganhou nada mesmo tendo milhares de hits“. Os trechos foram rapidamente repassado por fãs que ficaram contra e a favor da rapper, veja na íntegra:

“Você realmente chorou porque eles não lhe deram indicações? Que cara egocêntrico, existem dezenas de artistas que não ganharam nem um único Grammy e são muito mais talentosos que ele … Por exemplo … KATY PERRY, ela escreve e compõe suas músicas e não ganhou nada mesmo tendo milhares de hits, que pena que só prestem atenção em você por ser homem, juro por todos os meus antepassados ​​que se uma mulher tivesse feito o mesmo ninguém teria prestado atenção e provavelmente fariam chacota dela.”

>>> Com grandes nomes e personalidades questionáveis, Azealia Banks divulga seus perfis “queridinhos” no Instagram

Procuramos a intérprete de “Anna Wintour” para esclarecer se a mensagem realmente foi repassada pela artista, e Banks revelou que a série de tweets é fake e não foi dita por ela.

“Eu nunca disse isso. Isso é uma conta fake do Twitter! Eu continuo dizendo para todos que eu não tenho twitter!”

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<