"Ashton Kutcher ganhou três vezes mais que eu" dispara Natalie Portman

Todos sabem que a indústria do entretenimento pode ser bem preconceituosa em todos os seus meios, com diversas polêmicas sobre racismo e sexismo sempre presentes em tabloides.

Em uma entrevista à revista britânica “Marie Claire” divulgada recentemente, a atriz Natalie Portman posicionou-se contra a desigualdade de gênero, ao dizer que seu parceiro de cena e antagonista em “Sexo Sem Compromisso”, de 2011, Ashton Kutcher, ganhou três vezes mais do que ela:

“Ashton Kutcher ganhou três vezes mais do que eu em ‘Sexo Sem Compromisso’. Eu sabia disso e deixei rolar porque há essa coisa com ‘cotas’ em Hollywood. A cota dele era três vezes maior do que a minha, então disseram que ele deveria receber três vezes mais. Eu não fiquei tão brava quanto deveria ter ficado. Digo, nós somos muito bem pagos, por isso é difícil reclamar, mas a disparidade é uma loucura. Em comparação com os homens, na maioria das profissões, as mulheres ganham 80 centavos por dólar. Em Hollywood, estamos fazendo 30 centavos por dólar. Não acho que mulheres e homens são menos ou mais capazes. Só temos um problema óbvio em relação às mulheres não terem oportunidades. Temos que fazer parte da solução, e não perpetuar o problema.”

A atriz, detentora do Oscar de “Melhor Atriz”, por Cisne Negro, de 2010, explicou que em Hollywood seu status de sucesso no momento dita o quanto você vai receber. É o que eles chamam de “cota”, como mencionado.

Na época, Kutcher já tinha fama por filmes como “Efeito Borboleta”, “Jogo de Amor em Las Vegas” e outros sucessos, enquanto Natalie, após sua brilhante atuação em “V de Vingança” (2004), só iria encontrar a excelência em “Cisne Negro”.

Atualmente Natalie está gravida de seu segundo filho e em divulgação deu seu filme recém-lançado, “Jackie”, sobre a viúva de John F. Kennedy, ex-presidente americano assassinado em 1963.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets