Ariana Grande fala sobre atentando de Manchester: "ainda tenho muito o que processar"

Capa da nova edição da revista Vogue norte-americana, Ariana Grande está mesmo no topo do mundo. Depois de diversas conquistas com seu mais recente trabalho, “thank u, next“, a estrela deu uma entrevista bastante reveladora para a publicação.

Um dos tópicos abordados na conversa, foi o traumático atentado ocorrido após um de seus shows, na cidade de Manchester, na Inglaterra. Ariana revelou que ainda não conseguiu processar todos os acontecimentos, e. provavelmente, nunca conseguirá falar tudo o que precisa sobre o ocorrido. Confira a tradução do trecho:

Em entrevista, Ariana Grande critica álbuns passados: "muitos dos singles não tinham substância"

“Não é o meu trauma. É daquelas famílias. É a perda deles, e então é difícil superar sem pensar que eles vão ler isso e reabrir a sua memória. Eu estou orgulhosa que pudemos arrecadar muito dinheiro na intenção de dar às pessoas um sentimento de amor e união, mas no final do dia, não trouxemos ninguém de volta. Todo mundo estava tipo ‘wow, isso é incrível’ e eu estava tipo, ‘que por** vocês estão falando?’. Nós fizemos o melhor que podíamos, mas num nível real, não fizemos nada. Perdão. Eu tenho muito para dizer que provavelmente poderia ajudar as pessoas, e eu quero compartilhar, mas eu ainda tenho muito que eu preciso processar e provavelmente nunca estarei pronta para falar sobre. Por muito tempo eu não quis falar com ninguém, sobre nada, pois eu não queria pensar sobre nada. Eu só queria me enterrar em trabalho e não focar em coisas reais, não queria acreditar que aquilo era real. Eu amei voltar ao estúdio com Pharrell, ele tinha uma visão mágica sobre tudo. Ele realmente acredita que a luz está voltando. E eu estava tipo ‘bruh, está mesmo?'”.