#AqueceGrammy: Relembre momentos memoráveis da premiação

#AqueceGrammy: Relembre momentos memoráveis da premiação

A 62ª edição do Grammy Awards, o “Oscar da Música”, como é conhecido, acontece no próximo domingo (26 de janeiro). A edição, que presenteia os destaques musicais do ano nos mais diversos segmentos, promete ser inesquecível para os fãs da música pop. Como destaque, nesse ano, temos os jovens Billie Eilish, Lizzo, Lil Nas X e Ariana Grande, que dominam a lista de indicados.

Para fazer o aquecimento da premiação, o Portal Famosos Brasil traz para vocês momentos icônicos e memoráveis de anos anteriores em uma série de listas especiais. Ao amantes da música, especialmente do pop, aproveitem a nostalgia.

Nessa lista, trouxemos alguns dos momentos mais memoráveis que ocorreram nesses últimos anos de premiação:

Adele “não aceita” o Álbum do Ano

Na edição de 2017, quando Adele ganhou o prêmio de Album of the Year, o maior da noite, com seu álbum “25”, todos esperavam que a vencedora seria Beyoncé. Em seu discurso, então, Adele vangloria Beyoncé e seu álbum, a dizendo que era ela quem merecia: “Não posso aceitar esse prêmio, estou muito honrada e agradecida, mas Beyoncé é a artista da minha vida, é minha luz. Esse álbum pra mim, ‘Lemonade’, é tão monumental!”. A declaração arrancou aplausos do público e lágrimas de Beyoncé.

Lady Gaga chega na premiação dentro de um ovo

Na edição de 2011 do Grammy Awards, Lady Gaga inovou, mais uma vez, ao chegar à premiação dentro de um ovo gigante, carregado por modelos caracterizados como extraterrestres. Em uma entrevista, na época, gaga revelou que ficou 72 horas dentro do ovo, até a sua apresentação de “Born This Way” na premiação: “eu fiquei dentro do ovo por três dias porque eu queria um renascimento, e eu acredito que o universo precisa de um renascimento”. Icônica.

Amy Winehouse deixa o mundo emocionado

Na edição de 2008, o boato que circulava era que Amy Winehouse tinha sido barrada de comparecer à cerimônia oficial do Grammy devido aos seus problemas com drogas. A diva, que era uma das atrações do evento, teve que se apresentar diretamente de Londres. Na hora do prêmio de Record Of The Year, Amy se viu homenageada pelo seu maior ídolo, Tonny Bennett. A reação da cantora foi a melhor possível e arrancou lágrimas dos presentes. Chocada e emocionada, a cantora abraçou sua mãe e equipe em um momento inesquecível. Em uma entrevista, depois, Amy revelou ter se emocionado por ter ouvido seu ídolo dizer o seu nome, não pelo prêmio em si. Mesmo ausente, a estrela foi a grande vencedora da noite.

Taylor Swift faz história com o “Álbum do Ano”

Em 2016, Taylor Swift fez história no Grammy após se tornar a primeira mulher a vencer o Album of the Year duas vezes, pelo “Fearless” e “1989”. No discurso de aceitação do prêmio, ela aproveitou para agradecer a todos com quem trabalhou e jogar aquele shade para Kanye West: “Haverão pessoas no seu caminho que tentarão menosprezar seu sucesso, ou levar os créditos por suas conquistas e sua fama. Mas, se você permanecer focado no seu trabalho e não permitir que essas pessoas tenham influência sobre você, quando você chegar aonde sempre quis, olhará ao seu redor e saberá que foi você e as pessoas que te amam que lhe levaram ali, e esse será o melhor sentimento do mundo”.

Macklemore e o casamento comunitário ao vivo

Em 2014, Macklemore subiu ao palco ao lado de Mary Lambert para cantar o hino pró-LGBT “Same Love”. No meio da performance, entretanto, Queen Latifah veio ao palco para anunciar que parte da plateia era composto por casais do mesmo sexo que estavam prestes a se casar na premiação, ao vivo. Com a ajuda de Madonna, o momento foi o mais emocionante possível e levou lágrimas de boa parte das pessoas presentes. Macklemore foi um dos grandes responsáveis pelo levantamento da questão da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos.

Twenty One Pilots recebe o prêmio sem calças

Em 2017, quando receberam o prêmio de Best Pop Duo/Group Performance, os garotos do Twenty One Pilots tiraram suas calças para subir ao palco e dar seu discurso. A explicação para o fato veio ali: era uma promessa que ambos fizeram quando ainda eram desconhecidos, na qual disseram que quando vencessem um grammy (se tivessem a oportunidade), subiriam ao palco sem as calças. A plateia foi a loucura!

Adele erra e começa de novo

Também na edição de 2017, quando fazia um tributo a George Michael, Adele errou o tempo da canção e, ainda no início da performance, soltou um palavrão que mostrava seu descontentamento, pedindo para retornar ao início. A cantora pediu perdão ao público e, na sua segunda tentativa, arrasou nos vocais e deixou todos impressionados. Mais tarde, na premiação, a cantora viria a receber os maiores prêmios da noite.

Rihanna bebendo na premiação

A edição de 2017 parece ter sido uma grande fábrica de momentos icônicos. Rihanna, uma das grandes injustiçadas da noite, pelo menos aproveitou os seus momentos no evento. A cantora foi flagrada, por diversas vezes, bebendo um shot que trouxera em sua bolsa, enquanto dançava animada com sua amiga. A cara da cantora é a melhor. A gente te entende, Riri!

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<