Após se curar da COVID-19, P!nk da bronca em quem não está respeitando o isolamento social

Após se curar da COVID-19, P!nk da bronca em quem não está respeitando o isolamento social

A cantora P!nk está revoltada com as pessoas que não estão respeitando o isolamento social, durante essa quarentena causado pelo coronavírus. A ganhadora de três Grammy Awards, sabe bem a importância de se manter protegida e de proteger os outros nesse momento, já que em março, ela e sua filha testaram positivo para a COVID-19.

Atualmente, curadas, P!nk foi até o Instagram na madrugada de sábado (02), apelar para aqueles que não estão se protegendo e furando o isolamento social, que é imprescindível nesse momento. Na rede social, ela publicou uma foto de um questionário com os seguintes dizeres:

“Por meio deste, recuso todos os tratamentos médicos para esta doença, pois conscientemente corro riscos contra conselhos médicos. Como coloquei em perigo o público por minhas ações, também concordo em cobrir todas as despesas incorridas por aqueles que infectei e autorizo meu estado a cobrir essas mesmas despesas após minha morte.”

Confira o post:

View this post on Instagram

Sign it

A post shared by P!NK (@pink) on

Além do mais, P!nk anunciou duas generosas doações. “Em um esforço para apoiar os profissionais de saúde que estão lutando na linha de frente todos os dias, estou doando US$500.000 para o Fundo de Emergência do Temple University Hospital, na Filadélfia, em homenagem a minha mãe, Judy Moore, que trabalhou lá por 18 anos na Cardiomiopatia.” – publicou a cantora.

A cantora também agradeceu pelo suporte da saúde e continuou: “Estou doando US$ 500.000 ao Fundo de Crise de Emergência COVID-19 do prefeito da cidade de Los Angeles. OBRIGADA a todos os nossos profissionais de saúde e a todos no mundo que estão trabalhando tão duro para proteger nossos entes queridos. Vocês são nossos heróis! As próximas duas semanas são cruciais: por favor, fique em casa. Por favor. Fique. Em casa”. – completou.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<