Após críticas, Ludmilla se defende das acusações de criar rivalidade entre mulheres em clipe de “Cobra Venenosa”

Na tarde de ontem (03) Ludmilla estreou enfim sua mais nova canção, a intitulada “Cobra Venenosa”, em participação com DJ Will 22, que já havia trabalhado anteriormente com a artista na faixa “Não Encosta”.

Se o lançamento foi bem recebido por uns, teve a rejeição de outros também. Devido ao teor da letra e do videoclipe, Ludmilla foi acusada nas redes sociais de criar rivalidade entre as mulheres, movimento que vem sido combatido veemente por ativistas do feminismo. Mesmo explicando anteriormente aos internautas que música não havia sido composta como uma forma de resposta para sua até então amiga, Anitta, já que havia sido feita há 3 anos, não teve jeito, Ludmilla precisou se explicar em suas redes sociais.

“Eu acho que a gente tem que repensar o conceito de rivalidade feminina. A letra da música, na verdade, fala muito mais da união das mulheres. Tanto que até a personagem que seria a “cobra venenosa” é chamada para se juntar ao bonde. Quando uma outra mulher faz algo que te machuca, te diminui ou faz algo que você acha errado tem que ser possível a gente falar sobre isso, pontuar e chamar para refletir.

Não é porque é outra mulher que não podemos apontar para as contradições e erros. Isso não contribui para a gente melhorar, evoluir. Quando um homem chama a atenção de outro homem, por exemplo, não questionamos se isso é rivalidade masculina. Mas como somos ensinadas que mulheres só podem ser rivais, ficamos apenas nesse lugar. Romper com essa ideia de que crítica entre mulheres é sempre fruto de rivalidade feminina também é importante para uma relação mais verdadeira e saudável entre nós. Uma amiga me mandou um texto da atriz Jameela Jamil sobre isso e concordo com ela. Estou querendo muito aprender e, além das coisas que estou lendo e pesquisando, ainda conto com mulheres fodas, como Tia Má, que estão comigo, me ajudando e me dando a mão.”

A faixa serviu como combustível durante diversos exposeds realizados por Ludmilla contra Anitta, trazendo a tona informações sobre o desentendimento envolvendo a faixa “Onda Diferente”, lançada em 2019, no álbum “Kisses.