Após a polêmica censura ocorrida no evento, a Bienal se pronuncia oficialmente

Depois de toda polêmica envolvida com a Prefeitura do RJ sobre os exemplares de uma HQ dos Vingadores, na qual o governo alegou “conteúdo impróprio”, a Bienal do Livro se pronunciou sobre o ocorrido.

https://www.portalfamosos.com.br/durante-a-bienal-prefeitura-do-rio-de-janeiro-determina-o-recolhimento-de-hq-da-marvel/

Através das redes sociais do evento, foi publicada uma nota oficial referente à ocasião

Consagrada como o maior evento literário do país, dá voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser. Este é um festival plural, onde todos são bem-vindos e estão representados. Inclusive, no próximo fim de semana, a Bienal do Livro terá três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+.

A direção do festival entende que, caso um visitante adquira uma obra que não o agrade, ele tem todo o direito de solicitar a troca do produto, como prevê o Código de Defesa do Consumidor.

Além da nota, a organização divilgou uma programação voltada para a literatura LGBTQ+ com palestras, sobre diversidade, feminismo e literatura trans. Para a programação, o youtuber Spartakus Santiago, irá compor o elenco do evento.

A Bienal conseguiu uma liminar onde impede que a Prefeitura possa remover qualquer peça exposta durante o evento.

Marvel confirma que "Os Eternos" terá personagem gay e casado