Aos prantos, Inês Brasil defende Valesca de ataques sofridos pela comunidade LGBTQ+ e teme pelo pior; confira!

Emocionada, Inês Brasil fez ontem (17), uma live em seu instagram onde aproveitou para defender a cantora Valesca Popozuda.

EMERGÊNCIA POP! Inês Brasil faz seu comeback e se joga na PC Music com "Amore Mio"

Muito sensata, a cantora comentou que são os homossexuais que proporcionam oportunidades de trabalho para elas, e que ficar do lado de uma pessoa que apoia o preconceito contra a comunidade LGBTQ+, é a mesma coisa que compartilhar das mesmas opiniões.

Além disso, Brasil disse que se Valesca se posicionou a favor do ‘tal’ apoiador do presidente, Jair Bolsonaro, as pessoas estavam certas de critica-lá, mas que após ela se  desculpar pelo ato, os ataques deveriam acabar.

Após acusações de ter se aproveitado da causa LGBTQ+, Valesca publica vídeo se desculpando com a comunidade sobre stories com maquiador pró-Bolsonaro

Aos prantos, Inês mostrou toda sua empatia com o próximo, e abriu seu coração com medo de que algo trágico possa acontecer com Valesca.

“Já pensou? A gente ta aqui, e de repente a gente sabe que a Valesca se matou, entendeu, a gente vai ficar triste, e todo mundo vai falar ” A gente não sabia que ela ia fazer isso”. A Valesca acabou de se matar, e por que? Ah, mas ela era rica, a Hebe também era rica, o Chorão era rico, mas eles não estavam felizes”. Finaliza a cantora.

Confira o vídeo:

Vale lembrar, que Inês Brasil sabe muito bem do que esta falando, pois em 2017 ela sofreu um linchamento da comunidade LGBTQ+, após gravar um vídeo ao lado de Bolsonaro. Desde então, a cantora vem sofrendo com ataques da comunidade que não consegue perdoa-la. Assim, é levantado a questão: Até onde devemos crucificar alguém?

Aproveite para relembrar esse Feat entre as duas, promovido pela Netflix em 2017.