Anitta fala sobre sua bissexualidade em entrevista "tive sorte com minha família"; confira!

Anitta continua a todo vapor com a divulgação de Kisses, seu mais novo álbum de estúdio. Durante sua passagem pela Espanha, a cantora concedeu uma entrevista ao site Shangay, onde um dos temas abordados foi o clipe de Sin Miedo, em que ela beija duas mulheres reafirmando sua bissexualidade.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/ponto-final-novas-revelacoes-explicam-o-real-motivo-da-briga-entre-anitta-e-pabllo-vittar/

“A bissexualidade é uma realidade para mim há muito tempo, há mais de dez anos. Escolhi a maneira correta de compartilhar isso, porque não queria contar diretamente à imprensa. Poderiam ter utilizado isso como quisessem. Os meios de comunicação estão sempre buscando cliques e polêmicas. Talvez tivessem tratado o tema de uma maneira que não fosse respeitosa”, declarou Anitta.

Durante a conversa, a carioca ainda comentou sobre seu desejo em tornar publico sua sexualidade, porém, decidiu esperar por um momento oportuno. Considerando que vivemos em um momento onde as representações são muito importantes e contribuem na educação da sociedade, que ainda continua muito preconceituosa.

“Eu queria contar com absoluta normalidade, porque é algo que qualquer um pode viver, e esperei o momento perfeito para fazer. Agora estou em um lugar no qual muitas pessoas me escutam, e também queria aproveitar isso para poder marcar uma diferença”.

Anitta fala sobre sua bissexualidade em entrevista "tive sorte com minha família"; confira!

Anitta Beijando mulheres (Foto: Reprodução/Internet)

Ao concluir as perguntas desse tópico na entrevista, Anitta foi perguntada sobre como se descobriu bissexual e como sua família lidou quando se assumiu. De bom humor, a cantora honestamente respondeu:

“Meus pais sabem desde que eu tinha 13 ou 14 anos, e meu irmão e todo mundo vivem tranquilos, com normalidade. Tive muita sorte com minha família. Não é como se minha mãe adorasse isso, mas sempre me amou como sou e me respeita. Meu irmão não encarou tão bem na adolescência, porque às vezes eu roubava algumas de suas pretendentes”.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<