Alessia Cara lança clipe de “Shapeshifter” nesta sexta-feira (23); assista

Alessia Cara lança clipe de “Shapeshifter” nesta sexta-feira (23); assista

Alessia Cara está entregando tudo na nova era. A cantora de 25 anos lançou mais um clipe nesta sexta-feira (23), desta vez, da música “Shapeshifter”, já conhecida pelos fãs. O videoclipe foi dirigido por Tusk e conta com a produção de Veronica Radaelli.

No clipe, a artista canadense incorpora diversas personagens em uma trama sobre traição. Apesar do tema, Alessia traz um certo alívio cômico no desenvolver da narrativa e deixa clara sua referência em filmes como “A Doce Vida” e “O Poderoso Chefão”.

>>> Alessia Cara está de volta e com um clipe bem criativo; confira

A faixa já havia sido lançada no dia 15 de julho, juntamente com “Sweet Dream”, divulgada com um clipe. Na última terça-feira (20), Alessia performou as duas músicas no talk-show do apresentador e comediante Stephen Colbert.

Na letra de “Shapeshifter”, Alessia percebe que se envolveu com o cara errado e não entende direito as atitudes dele. No primeiro verso, ela canta: “Eu não consigo te entender, seu metamorfo. Eu nem sei se você acredita em você, seu errante. Eu deveria saber que não seria você, seu grande desistente”.

Em outro momento da música, a artista percebe que não tinha tanto valor para a pessoa com a qual tinha se envolvido. “Quem era eu para pensar que eu poderia ser quem mudaria sua opinião. Que significaria mais do que um pouco de história, que teria o tempo ao meu lado. Quem era eu para pensar que eu poderia impedir o Sol de se pôr sobre nós. Tanto fardo, promessa quebrada, senhor honesto”.

>>> Há três anos, Zedd e Alessia Cara lançavam “Stay”

Ao longo da canção, frases de repúdio e frustração são citadas enquanto Alessia reflete se está triste ou com raiva e se quer o ex-companheiro de volta.

Após estes dois lançamentos, os fãs de Alessia estão ansiosos pelo novo álbum da cantora. Em entrevista ao Grammy, a norte-americana comentou sobre os desafios de compor durante o isolamento social. “É definitivamente desafiador, porque estou trancada em casa e faltam experiências. Mas acho que estando isolada, tem muita inspiração que vem dos meus próprios pensamentos”. Por conta disso, Cara afirmou que talvez nem todas as músicas do terceiro álbum sejam sobre histórias reais.

O último disco da canadense foi o “The Pains of Growing”, disponibilizado em 2018.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<