Em entrevista para a Vogue, Adele fala sobre “Lemonade”, de Beyoncé e praticamente chama Grammy de racista

Em entrevista para a Vogue, Adele fala sobre “Lemonade”, de Beyoncé e praticamente chama Grammy de racista

Adele está prestes a realizar seu grande retorno triunfal ao mundo a música, já que a cantora anunciou oficialmente a estreia de “Easy On Me” para o dia 15 de outubro.

A cantora foi capa da Vogue britânica e falou sobre a sonoridade de seu novo disco, que abordará sobre seu divórcio. Adele também aproveitou a entrevista para mandar umas verdades para a Academia do Grammy. A intérprete de “Hello” ficou bem incomodada após ter ganhado Álbum do Ano no Grammy Awards de 2017, quando concorria com “Purpose”, de Justin Bieber, “Views”, de Drake, “A Sailor’s Guide to Earth” de Sturgill Simpson e o poderoso “Lemonade”, de Beyoncé.

Na ocasião, Adele quis partir seu Grammy na metade e dividir com Beyoncé, além de ter aclamado a texana no momento em que deveria agradecer por sua vitória.

Adele praticamente chamou o Grammy de racista, dizendo que as pessoas responsáveis pelo Grammy não teriam interesse em apoiar o que Beyoncé está fazendo: “Eles não querem apoiar a maneira como ela está levando as coisas adiante com seus lançamentos e as coisas sobre as quais ela está falando”, disparou a britânica.

Para quem não sabem os últimos três projetos de Beyoncé, “Lemonade”, “Lion King: The Gift” e “Black Is King”, são todos sobre heranças africanas e colocam pessoas pretas em posições de destaque.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<