Adele é acusada de apropriação cultural africana após postar nova foto em seu Instagram

Adele é acusada de apropriação cultural africana após postar nova foto em seu Instagram

É bem raro ver Adele atualizar suas redes sociais, principalmente com fotos da própria cantora, já que passou grande tempo se dedicando a sua forma física e como resultado, perdendo diversos quilos.

Mas ao que tudo indica, a última atualização da interprete de “Hello” não foi muito bem recebida, principalmente por seus internautas afro-descendentes. Por ser uma mulher branca de origem britânica, Adele foi acusada de apropriação cultural devido ao estilo que utilizou em sua foto. Posando com um penteado de coquinhos Bantu, de origem africana e um biquíni com estampa jamaicana.

O assunto foi rapidamente questionado por diversos internautas negros, gerando um grande bate boca nas redes sociais acerca do estilo de Adele.

“Se 2020 não poderia ficar mais bizarro, a Adele jogou na nossa cara coquinhos Bantu e apropriação cultural e ninguém tá falando sobre isso. Isso certifica que todas as mulheres brancas do topo do POP são problemáticas. Que ódio em ver isso”.

“Adele parece aquela mulher branca que viaja pra jamaica e volta com tranças”

“Sério, eu pensei que essa foto da Adele era Photoshop.”

Vale lembrar que Adele sempre se colocou a favor das causas negras publicamente, tais como exigir a condenação dos policias que assassinaram Geroge Floyd, no meado desse ano, além de aclamar o novo filme de Beyoncé, “BLACK IS KING” para mais de 38 milhões de pessoas.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<